Transição de sucesso: veja quando e como mudar de rumo no mercado de trabalho

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

 

Consultora alerta que é preciso se planejar para fazer uma transição de carreira eficiente no próximo ano

Como anda sua vida profissional? Anda desmotivada (o)? Insegura (o) com o futuro? Aproveite o início do ano para refletir sobre a carreira e onde gostaria de estar. Caso decida por mudar de profissão ou abrir o próprio negócio, vale investir em um programa de transição e em planejamento.

A diretora de operações da consultoria global Lee Hecht Harrison (LHH) no Nordeste, Mariangela Schoenacker, garante que antes de mudar de área é preciso ficar atento com alguns sinais. “Primeiro ponto tente entender se não gosta das atividades que faz, ou não gosta das tarefas neste contexto onde está hoje”, alertou.

A especialista pontuou que pode ter relação com o contexto em seu trabalho. O estilo de gestão, o ambiente da empresa e até a área. Vale conversar com colegas de outras empresas para saber se é um “problema” comum e até ir na área de gestão de pessoas e avaliar a possibilidade de trocar de setor.
“Às vezes para fazer uma mudança mais ampla de carreira é preciso de tempo para reflexão e planejamento para dar um novo passo e um coaching de carreira pode auxilia-lo”, aconselhou Mariangela.

Para Mariangela, investir em um programa de transição de carreira é ideal para se reposicionar no mercado e encontrar um novo emprego mais rápido. “Mudar de trabalho, dá trabalho e é preciso disciplina e planejamento para ser mais efetivo nas suas buscas e fazer isto sozinho nem sempre é fácil”, completou.

 

A especialista separou algumas orientações para facilitar o processo de mudança. Confira:
1- Autoconhecimento: tenha clareza dos pontos fortes bem como daqueles que precisam ser desenvolvidos;
2- Atualize: se for mudar de área ou função, é preciso buscar desenvolver as competências esperadas durante a transição;
3- Novas vagas: ao avaliar uma oportunidade, leve em consideração a estabilidade da empresa e o quanto pode se desenvolver nela. Não foque só na remuneração;

4- Prepare o bolso: é preciso se preparar financeiramente para a mudança. Revise as despesas e faça um controle mensal do orçamento. Vale usar planilha, aplicativo de celular ou até um caderninho para registrar todas as receitas e despesas;
5- Pense no futuro: estabeleça objetivos, quantifique metas e o quanto precisa poupar para atingir cada meta e planeje os gastos futuros.
6- Estabeleça contatos: circule, participe de eventos, de cursos gratuitos na internet, amplie possibilidades para além do seu cargo anterior em áreas que tenha interesse e/ou habilidade.

Fonte: Ibahia

Ajude-nos compartilhando com seus amigos

Deixe um comentário